Reflexões do Diário

Tags: Santuário

Desde manhã, senti a proximidade da Mãe Santíssima. Durante a santa Missa a vi tão formosa e bela que não tenho palavras para poder expressar, nem ao menos em parte, essa beleza. Estava toda de branco, cingida com uma faixa azul, o manto também azul, uma coroa na cabeça, toda a figura irradiando um brilho incomparável. — Sou a Rainha do céu e da terra, mas especialmente a vossa Mãe. — Estreitou-me ao seu Coração e disse: Sempre me compadeço de ti. — Senti a força do seu Coração Imaculado, que se comunicou à minha alma. Agora compreendo por que eu estava me preparando há dois meses para essa festa e por que a aguardava com tanta ansiedade. A partir de hoje, procurarei a maior pureza possível da alma, para que os raios da graça de Deus aí se reflitam com toda a claridade. Desejo ser um cristal, para ser agradável aos Seus olhos. Diário de Santa Faustina - 805

Coração de Maria barrinha 3

Hoje é a Solenidade do Sacratíssimo Coração de Jesus. Durante a santa Missa tive o conhecimento do Coração de Jesus e da natureza do fogo de amor que arde por nós, e como Ele é um mar de misericórdia. Então ouvi a voz: Apóstola da Minha misericórdia, proclama ao mundo toda esta Minha insondável misericórdia. Não desanimes com as dificuldades que encontrares na divulgação da Minha misericórdia. Essas dificuldades que tão dolorosamente te atingem, são necessárias para a tua santificação e para comprovar que essa obra é Minha. Minha filha sê diligente em anotar cada sentença que te digo sobre a Minha misericórdia, porque se destinam a um grande número de almas, que delas tirarão proveito.    Diário de Santa Faustina – 1142

 

 

Coração de Jesus barrinha

 

 

❤️ Ó Chaga da Misericórdia, Coração de Jesus, escondei-me em Vossas profundezas, como uma pequena gota do Vosso próprio Sangue, e não me deixeis sair dele por toda a eternidade. Recolhei-me em Vossas profundezas e me ensinai Vós mesmo a Vos amar. Amor eterno, plasmai Vós mesmo a minha alma, para que seja capaz de corresponder ao Vosso amor. Ó Amor Vivo, tornai-me capaz de Vos amar eternamente; quero corresponder eternamente ao Vosso amor. Ó Cristo, um só olhar Vosso me é mais caro do que mil mundos, do que todo o céu. Vós podeis, Senhor, fazer com que a minha alma saiba compreender, em toda a plenitude, quem sois Vós. Sei e creio que Vós tudo podeis. Se Vos dignastes doar-Vos tão generosamente a mim, sei que podeis ser mais generoso ainda. Levai-me à intimidade Convosco tanto quanto a natureza humana possa ser levada... Diário de Santa Faustina - 1631

 

 

Ó Maria, Virgem Imaculada,

cristal puro para o meu coração,

tu é minha força, ó âncora firme,

tu és o escudo e a proteção do coração fraco.

Ó Maria, Tu és pura e incomparável,

Virgem e Mãe ao mesmo tempo,

tu és bela como o sol, sem mancha alguma,

nada pode se comparar com a imagem da Tua alma.

Tua beleza encantou o olhar do Três Vezes Santo,

que desceu do céu, abandonando o trona da sede eterna,

e assumiu do teu Coração,  Corpo e  Sangue,

por nove meses ocultando-se no Coração da Virgem

Ó Mãe Virgem, ninguém compreenderá,

que o Deus incomensurável se torne homem,

e apenas por Seu amor e Sua misericórdia insondável,

por Ti, ó Mãe, nos foi dado viver com Ele pelos séculos.

Ó Maria, Mãe Virgem e Porta do Céu,

por ti nos veio a salvação,

e toda graça flui para nós por tuas mãos,

e apenas a fiel imitação de ti me santificará.

Ó Maria, Virgem – lírio mais belo

teu coração foi o primeiro sacrário de Jesus na Terra,

e só porque a tua humildade foi a mais profunda,

foste elevada acima dos coros dos anjos e dos santos.

Ó Maria, minha doce Mãe,

entrego-Te minha alma, meu corpo e meu pobre coração,

seja a guardiã da minha vida,

especialmente na hora da morte, na última luta.  

Diário de Santa Faustina – 161

 

Fátima e Faustina